F.A.Q.

O que exatamente é o Turing?

É um software que pode ser utilizado por um médico especialista para criar laudos radiológicos de forma simples e rápida, com poucos cliques e usando pouca (ou nenhuma) digitação. Os laudos gerados automaticamente com o Turing já incluem título, corpo do laudo e conclusão, e podem ser alterados à vontade antes de serem finalizados. Pense no Turing como uma espécie de editor de texto (i.e. como o Microsoft Word®) criado especificamente para médicos e dotado de recursos de automatização.

Quais as vantagens de usar o Turing?

  • Maior rapidez na emissão de resultados – o médico gera o laudo, confere e libera em uma única etapa.
  • Redução dos custos com digitação – o próprio Turing exerce o papel de digitador.
  • Redução do número de erros – através de recursos como o lembrete automático de colecistectomia e referências automáticas de lateralidade.
  • Padronização dos laudos normais e patológicos – configure o Turing com as frases padrão do laudário da sua clínica, e todos os laudos seguirão o mesmo estilo.

Por que o Turing é diferente?

O Turing foi concebido por médicos radiologistas. Por esta razão nosso software incorpora recursos sabidamente úteis para o exercício da especialidade, que o capacitam a auxiliar o médico em funções repetitivas  e na redução de falhas (erros por distração/digitação).

O Turing existe em quais versões?

O Turing é comercializado em três versões diferentes:
Turing US (ultrassonografia): inclui ultrassonografia de abdome, pelve, transvaginal, próstata, mamas, obstétrico, tireoide, ombro, cotovelo, punho, mão, quadril, joelho, tornozelo, pênis, testículos, Doppler de carótidas, Doppler vascular periférico, crânio transfontanelar, regiões inguinais e partes moles
Turing IM (imagenologia da mama): inclui mamografia e ultrassonografia das mamas
Turing RX (radiologia convencional): inclui exames de Raios X convencionais e contrastados

Que tipo de equipamento é necessário para usá-lo?

O Turing funciona em PCs comuns usando Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 ou Windows 10, com resolução mínima de tela de 1280 x 960 pixels. O software é leve e requer pouca memória, por isso não é necessário um computador poderoso para utilizá-lo. É possível também usá-lo em computadores Apple através de softwares de virtualização como o OracleVM ou o Parallels.

Como o Turing funciona?

O Turing foi projetado para funcionar sozinho ou como um complemento para qualquer software RIS pré-existente (RIS é a denominação usada para os aplicativos que concentram cadastro de pacientes, digitação e cadastro de exames, recepção, faturamento e outras funções). Ao invés de digitar, o médico assinala itens patológicos e fornece medidas em um formulário eletrônico, e o Turing se encarrega de gerar todo o texto do laudo automaticamente. Esse texto pode então ser salvo em formato RTF, DOCX ou PDF, ou então ser transferido para a janela de digitação do RIS para ser alterado, assinado e liberado. Para entender melhor como o Turing funciona, assista ao vídeo demonstrativo disponível neste link.

Posso experimentá-lo gratuitamente? Por quanto tempo?

Sim! Fornecemos licenças gratuitas para avaliação sem compromisso por 60 dias, em quantos computadores for
necessário. Por exemplo, se sua clínica possui dez computadores, você poderá instalar dez licenças de teste e usar o
software sem nenhum compromisso. A única condição é que o período de teste se encerra em todos os
computadores 60 dias após a emissão da primeira licença. Gostou? Então instale hoje mesmo.

É preciso estar conectado à Internet para usá-lo?

Não, o Turing funciona sem a necessidade de uma conexão à Internet. No entanto, é aconselhável usá-lo em um computador com acesso à Internet para simplificar o processo de atualizações automáticas e renovação automática de licenças (lembrando que estas funcionalidades também podem ser implementadas na rede local).

É possível usar o Turing sem associá-lo a um software RIS?

Sim. O Turing concentra funções básicas de edição de texto, permitindo definir cabeçalhos e rodapés, bem como imprimir os laudos ou gravá-los em disco em formatos altamente compatíveis (RTF, DOCX e PDF) em pastas organizadas automaticamente por ano, mês e data. Entretanto, o Turing não usa bases de dados, portanto não tem suporte a cadastro de pacientes.

Quais empresas já usam o Turing?

O Turing é utilizado atualmente por muitos laboratórios, clínicas e hospitais distribuídos por praticamente todos os estados do Brasil, totalizando mais de 700 licenças em atividade. Consulte a seção Nosso clientes para saber mais.

Posso configurar o tipo de fonte, as frases e os valores de normalidade?

Sim. É possível efetuar dezenas de configurações personalizadas para cada tipo de exame, e o software inclui também um editor de frases com mais de 500 frases modificáveis para uso nos laudos. Essas configurações podem ser exportadas, importadas, ou centralizadas em um computador na rede.

Como faço para adquirir o software?

O Turing não é vendido, mas sim licenciado para uso por um tempo determinado, de forma semelhante a uma locação ou assinatura. O pagamento é feito através de boletos eletrônicos mensais e inclui:

– licença de fácil instalação, renovável automaticamente e que pode ser movida para outro computador em caso de problemas
– atualizações do software sem custo adicional
– suporte técnico ágil por e-mail (dias úteis das 7 às 19h, sab das 7 às 13h)
– cancelamento sem multa a qualquer momento

Como posso transferir os laudos criados no Turing para um outro programa?

Caso o usuário deseje transferir o laudo para dentro de outro software (um RIS, por exemplo), o próprio Turing copia automaticamente para a memória cada laudo gerado. Você só precisa colar o laudo pronto dentro do seu programa preferido de digitação, usando o mouse ou a combinação das teclas CTRL e V. Esta técnica simples garante a total compatibilidade do Turing com qualquer aplicativo RIS do mercado.

O Turing possui suporte a captura de imagens?

Não, esse recurso não foi implementado porque nosso foco principal é na otimização do processo de confecção do laudo, e não no armazenamento de imagens.

O Turing armazena cadastros dos pacientes e dos laudos anteriores?

Não. O Turing tem a função de um editor de texto especializado e permite imprimir ou exportar os laudos criados nele em vários formatos populares (RTF, DOCX e PDF), mas ele não armazena laudos e nem gerencia pacientes. Para isso é aconselhável usar algum software do tipo RIS.

Qual o motivo do nome “Turing”?

O nome foi escolhido em 2009 como uma homenagem ao matemático britânico Alan Turing, considerado um dos pioneiros da computação, da inteligência artificial e da criptografia. Sua vida foi retratada no cinema recentemente no filme “O jogo da imitação” (2014), mas a nossa escolha pelo seu nome ocorreu bem antes.